Conheça os tipos desse produto indispensável nas construções civis

Areia, cimento e água… Uma simples mistura homogênea que forma um produto bastante importante na construção civil: a argamassa! No blog de hoje vamos falar para o que ela serve, seus tipos e aplicações. Boa leitura!

O produto

Por possuir propriedades colantes e de endurecimento, a argamassa pode ser usada em várias ocasiões nas construções como assentamento de tijolos, cerâmicas, blocos, azulejos, regularizar, impermeabilizar e dar diferentes tipos de acabamentos para superfícies, entre outras utilizações. 

O produto é composto basicamente por areia, cimento e água, mas existe a possibilidade de acrescentar aditivos para melhorar a adesão e usabilidade. Seu estado inicial, assim como o concreto, é apresentado como um plástico, mas com o passar das horas vai ganhando resistência e durabilidade. Esse processo é conhecido como “cura” da argamassa. 

Devido à sua versatilidade, a argamassa possui uma variação de tipos para aplicação em cada ocasião. Nesse contexto, é importante saber distinguir cada um para não errar na hora de escolher a opção que melhor atenda sua necessidade.

Os tipos

Para assentamento de alvenaria

Usada para unir os tijolos e blocos das alvenarias, podendo ser aplicada com colher de pedreiro ou bisnagas. Recomenda-se que as três primeiras fiadas da parede sejam revestidas com uma camada de argamassa de impermeabilização, para proteger contra umidade e demais reagentes externos.

Para revestimento

Em revestimentos, ela geralmente é utilizada para recobrimento e correção de defeitos. Sua aplicação pode ser dividida em três etapas que, se realizadas de maneira correta, podem gerar  um resultado impecável.

A primeira etapa é o chapisco,  que é a base do revestimento. Inicialmente é aplicada uma camada fina sobre os blocos da parede; na sequência vem o emboço com uma camada mais grossa para regularizar a superfície, e por fim o reboco com a camada final (mais fina) para acabamento. 

Dentro do contexto de revestimentos, a argamassa também pode ser aplicada para assentar revestimentos como cerâmicas, ladrilhos e azulejos. 

Dica: Para o piso, aplica-se uma camada de contrapiso (camada que ajuda na regularização e no nivelamento) podendo dar um acabamento por cima da mesma. 

As industrializadas (colantes)

Também conhecida como argamassa colante e recomendada para aplicação de revestimentos cerâmicos, esse tipo tem em sua composição aditivos químicos que, quando misturados com água, ganham alta aderência, elasticidade e flexibilidade, tornando o produto fácil de trabalhar.  

De acordo com norma NBR 14081/98, as colantes são  divididas em quatro tipos: 

AC-I: recomendado para revestimento em ambientes internos com baixa movimentação;

AC-II: recomendado para ambientes externos com alta movimentação;   

AC-III: recomendado para ambientes públicos  com movimentação intensa;

Especiais (ACI-E, ACII-E e ACIII-E): mais resistentes e recomendados para uso em ambientes externos onde há exposição intensa à insolação e ventilação.

Argamassas poliméricas

Dentro da categoria de argamassas industrializadas, está a polimérica que é um produto elastomérico utilizado para assentar tijolos ou blocos em paredes. Apresenta alta flexibilidade e, diferente das convencionais que são comercializadas em pó, esse tipo é vendido em estado pastoso pronto para utilização. 

Gostou de saber um pouco sobre a argamassa, seus tipos e aplicações? Se sim, compartilhe esse  conteúdo com seus amigos. E ah, aqui na Beny você encontra os mais variados tipos, marcas e valores. Clique aqui para falar com a gente. 

Agradecemos a leitura e até o próximo blog.