Quando uma obra ou reforma é iniciada, um dos momentos mais esperados no processo é o acabamento final, pois é quando móveis e objetos escolhidos serão instalados. No acabamento do banheiro ou lavabo, existem peças que são cruciais tanto para a funcionalidade adequada do local, quanto para a estética dele. Uma delas são as cubas

Desenvolvidas para proporcionar mais praticidade, comodidade, economia de espaço e dar um toque sofisticado e harmonioso ao ambiente, as cubas existem em vários formatos e é um objeto personalizável para melhor atender às necessidades. 

Dentre os formatos existentes, trouxemos dois deles para mostrar as diferenças e ajudar você a escolher a que combine melhor com seu ambiente. Confira!

Cuba de sobrepor

Imagem: divulgação/Celite

Com bordas que sobrepõem a superfície, esse formato é instalado com a maior parte do corpo para dentro deixando apenas as bordas aparentes. Elas são o acabamento do modelo e otimizam o espaço da bancada. 

Esse modelo não costuma ser profundo, então é recomendável utilizar uma torneira alta para garantir a funcionalidade adequada de todas as peças.

Cuba de embutir

Imagem: divulgação/Celite

Um modelo considerado tradicional, diferente da cuba de sobrepor, esse formato é mais profundo e não possui bordas, o que gera mais espaço na bancada e um toque mais clean à estética. Ela é instalada diretamente na bancada e fica com o corpo totalmente embutido. 

Por ser mais profunda, o fundo dela fica aparente, mas é opcional utilizar algo para cobrir esse fundo ou deixá-lo aparente. É relativo ao estilo de cada um.

Para esse modelo você pode usar torneiras altas, baixas ou de parede. Escolha a que melhor combine com seu espaço.

Gostou de saber a diferença? Se sim, nos ajude compartilhando esse conteúdo. 😄

Surgiu uma dúvida? É só tocar aqui que a gente resolve. 😄